SphynxRazor


Shawn Mendes pediu ação contra o projeto de lei 'Don't Say Gay' da Flórida

Shawn Mendes está se manifestando pelo que acredita. Em 7 de março, o cantor de 23 anos mostrou apoio à comunidade LGBTQ+ ao se posicionar contra uma controversa nova legislação na Flórida. Antes do debate no Senado da Flórida sobre o que é comumente conhecido como “Don’t Say Gay Bill”, Mendes compartilhou um tweet pedindo aos moradores da Flórida que se juntassem a ele para exigir o fim da legislação proposta.

“Flórida, chame seus senadores!” Mendes twittou, ao lado um link para o diretório do Senado da Flórida. Mendes também usou a hashtag “#LetFreeFloridaSayGay” em seu tweet. Residentes da Flórida podem entrar em contato com seus representantes locais para compartilhar suas preocupações sobre o projeto de lei controverso.

Os comentários do cantor apareceram acima de um tweet citado do grupo de defesa política, Equality Florida. O tweet do grupo incluiu o que eles descrevem como uma foto de estudantes, “líderes religiosos” e legisladores LGBTQ+ reunidos nos degraus do Capitólio da Flórida em Tallahassee.

De acordo comO Independente, o projeto de lei “Don’t Say Gay”, formalmente conhecido como Projeto de Lei do Senado 1834 “Direitos dos Pais na Educação”, declara: “Um distrito escolar não pode incentivar a discussão em sala de aula sobre orientação sexual ou identidade de gênero nos níveis primários ou de uma maneira que não seja apropriada à idade ou ao desenvolvimento dos alunos”. A NBC News também informa que a legislação afirma os pais podem tomar medidas legais contra distritos escolares por supostamente violar o projeto de lei.



NBC News também informou que o Senado da Flórida aprovou o projeto em 8 de março. Isso ocorre depois que a Câmara dos Representantes da Flórida o aprovou anteriormente em 24 de fevereiro. O projeto agora é direcionado ao governador Ron DeSantis, que a NBC News informou sinalizou apoio aos objetivos do projeto de lei em fevereiro.

Várias celebridades se manifestaram recentemente contra o projeto, incluindo o ator e comediante LGBTQ+ Kate McKinnon, que zombou da legislação durante o segmento 'Weekend Update' no episódio de 5 de março deSábado à noite ao vivo.Em 8 de março, Ariana Grande, nativa da Flórida, também compartilhou uma postagem no Instagram da Equality Florida e um link a uma petição MoveOn em suas Histórias. Em uma história, ela chamou a aprovação do projeto de lei no Senado da Flórida, “realmente repugnante”.